Gaia 2015: Dia Mundial da Usabilidade

INSCRIÇÕES GRATUITAS:

http://instituto.islagaia.pt/wud2015

www.facebook.com/wud2015

http://www.last2ticket.com/ev1345-Bilhetes-Online-Gaia-2015-Dia-Mundial-da-Usabilidade

Comemora-se este ano o décimo aniversário do Dia Mundial de Usabilidade, com centenas de eventos pelo mundo inteiro. Este dia (World Usability Day) foi criado para que todos possam saber mais acerca de formas que permitam uma melhor experiência  pelo utilizador, promovendo os conceitos e técnicas de usabilidade no mundo.

Em Vila Nova de Gaia, o Instituto Politécnico de Gestão e Tecnologia (ISLA Gaia) e a WeMake - Tecnologias de Informação (impulsionador do evento) organizam um evento com diversas atividades para assinalar o Dia Mundial da Usabilidade. O objetivo principal é de mostrar e consciencializar todos os profissionais e interessados pela área em questão sobre os benefícios evidenciados pelo estudo deste tema, mas também demonstrar os problemas de usabilidade com que deparamos todos os dias, qual o papel dos profissionais desta área na sua correcção e melhoria, e a importância que este aspeto assume cada vez mais num mercado altamente concorrencial.

 

Conversas

UX :: Desafios e Soluções

Susana Salgado - UX Lead @ log

A Susana irá falar-nos de alguns desafios do dia-a-dia da equipa e respectivas soluções, como a aceitação de UX dentro da equipa e nos clientes, estratégia, decisões conscientes, testes com utilizadores, metodologias de trabalho, entre outros.

 

Ludificação e Usabilidade: Motivar os utilizadores com recurso a conceitos dos videojogos

Rúben Silva - UI/UX Designer @ Freelancer

O Rúben vai presentear-nos com uma palestra onde será possível entender como é que alguns conceitos e estratégias presentes nos videojogos podem ajudar e aliciar os utilizadores a realizar ações que, normalmente, estes poderiam nem estar predispostos a fazerem.

 

As novas formas de interactividade em plataformas de entretenimento

Jorge Manassés - Lead 3D Artist @ BigMoon Entertainment

O tema abordado por Jorge Manassés levar-nos-á a viajar pelo mundo das novas formas de interação com as plataformas de entretenimento. Não são nada mais do que tecnologias que levam à existência de uma comunicação, ao estabelecimento de uma transmissão mútua entre o utilizador e o sistema, através de dispositivos periféricos ligados a esse próprio sistema. Desde um passado recente que envolve o Kinect da Xbox, até às formas mais atuais que hoje em dia as equipas de desenvolvimento têm de incluir no seu pipeline de produção, a verdade é que esta interatividade já não se fica pelo simples vibrar do gamepad. Todo o corpo serve como uma plataforma de controlo, permitindo mergulhar o utilizador em simulações gráficas, abrindo portas para a usabilidade implícita em toda esta nova forma de interagir.

 

Data Driven - Listing Page Redesign

Nuno Andrade - User Interface Developer  @ Farfetch

 

Recentemente envolvido num projeto bastante aliciante, integrou uma equipa especialmente criada para trabalhar no redesign da listing page e da abordagem seguida pela Farfetch. Articulando diretamente com a equipa de BI, cuja envolvência consistia em dar a conhecer os dados sobre a utilização de todos os componentes da página, a ideia principal era poder decidir sobre os dados que precisavam ser melhorados, mas também quais convinha manter inalterados.

Nuno Andrade vem contar-nos tudo o que descobriu sobre a importância de trabalhar com dados, e em que medida isso pode ajudar (bastante!) no melhoramento de uma página.

 

Investigação através do desenvolvimento: Métodos e processos para aferir a usabilidade

António Pedro Costa - Co-fundador @ Ludomedia / Professor Auxiliar @ ISLA e ULP / Investigador/Autor do software de apoio à análise qualitativa @ webQDA / Investigador @ Análise Qualitativa, Empreendedorismo na Educação, Ensino à Distância e  Desenvolvimento de Recursos Educativos

 

A necessidade atual de identificar e compreender aspetos não mensuráveis/quantificáveis da experiência do utilizador com software vem fazendo com que muitos investigadores da área Human-Interaction Computer (HIC) utilizem métodos quantitativos. Os investigadores HIC começaram a perceber que o contexto, físico e social, em que determinadas ações ocorrem e quais os comportamentos associados, permite através de uma estrutura de categorias e a sua interpretação, analisar um fenómeno não replicável, quanto mais transferível de ser aplicado a outros contextos. Pretende-se nesta palestra sensibilizar para a importância de recolher e analisar dados qualitativos para aferir a usabilidade.

 

UX na Web e Mobile

Vítor Santos -  Engenharia de Software / Desenvolvimento Web & Mobile / Planeamento de UX & UI / Desenvolvimento de Startups @ PepFeed

 

Porque será que a UX é tão necessária para a Web e para os nossos smartphones? Será que, sem o seu papel, alguma vez teríamos acesso a sites que mostram o conteúdo de forma exemplar e a telemóveis que, com poucos passos, conseguem cumprir com as tarefas do nosso dia-a-dia? O que evoluímos desde o início, que testes se fazem para garantir essa boa experiência e qual o caminho a percorrer?

 

Usabilidade para utilidade (e vice-versa)

Dalila Branco - Quality Management (SW Tester / Auditora de Produto)  @ WeMake - Tecnologias de Informação, Lda

 

De pouco vale que algo seja fácil de utilizar caso não permita fazer o que se pretende, da mesma forma que se torna completamente inútil o facto de um sistema permitir fazer o que se pretende, mas que não consigamos atingir esse objetivo porque a interface é demasiado difícil de utilizar.

A aposta na parceria WeMake/ ISLA traz vantagens bilaterais. Se por um lado levamos aos alunos que participam neste projeto a oportunidade de compreender a relevância dos testes de usabilidade ao software em contexto real, por outro lado a WeMake consegue tirar partido de dezenas de opiniões e formas de pensar e ver as suas aplicações.

A Dalila vem partilhar a sua experiência e da sua equipa no que toca ao projeto levado até ao ISLA, cujo objetivo passa por uma tentativa incessante de descobrir como melhorar a experiência de utilização das aplicações desenvolvidas, mostrando todo o trabalho que está implícito e partilhando as inúmeras formas de interpretação assumidas por diferentes tipos de utilizadores.

Mais atividades a anunciar brevemente!

External Sites